Crise tornará consumidor mais ‘maduro’ e cauteloso na compra