‘Falta de memória’ induz brasileiro a ampliar gasto com consumo em 2018